Mensagem de Boas Vindas

Bem vindo à página da Embaixada de Portugal em Windhoek cujo objetivo é facultar informação relevante a todos utentes mas também proporcionar uma primeira janela de contacto a todos os namibianos com Portugal.

O nosso propósito é de que todos os internautas possam encontrar aqui informações úteis e clarificar eventuais dúvidas pelo que tentaremos manter atualizados os conteúdos mas desde já se sublinha que a informação disponibilizada não exclui a consulta da legislação aplicável a cada situação.

Por fim, transmitimos os votos de felicidade e a saudação calorosa do Embaixador de Portugal, Luís Gaspar da Silva, para todos os portugueses e seus familiares residentes neste belíssimo país, bem como para os nossos amigos namibianos, com quem repartimos séculos passados e com quem queremos continuar a partilhar o futuro.

Para maior facilidade de consulta, são também disponibilizados os links que permitirão aceder a outros portais de interesse público em Portugal e na Namíbia.

Mais notícias Notícias

Realizou-se ontem, dia 6 de fevereiro, um debate subordinado ao tema Engaging in informal neighbourhoods: the role of architecture, co-organizado pela Embaixada de Portugal e pelo Namibia Institute of Architects, na Namibian Arts Association.

Embaixador de Portugal na Namíbia, Luís Gaspar da Silva, deu as boas-vindas aos cerca de 45 participantes no evento, cuja adesão testemunhava a importância do tema para a Namíbia.

O convidado principal, o arquiteto Paulo Moreira, licenciado pela Faculdade da Arquitetura da Universidade do Porto e doutorado pela London Metropolitan University, coordenador do Chicala Observatory, fez uma apresentação baseada sobretudo no trabalho desenvolvido em bairros informais em Angola, mas também em Portugal.

Seguiu-se a intervenção da convidada namibiana, Anna Muller, também arquiteta que, com a participação de outros membros da sua equipa, apresentaram o trabalho desenvolvido pela ONG Namibia Housing Action Group, que apoia a Shack Dwellers Federation of Namibia (SDFN).

O debate foi rico, contando com a intervenções de elementos de outras organizações no terreno – como a Development Workshop Namibia, a GIZ – , arquitetos, instituições públicas – City of Windhoek -  e cidadãos em geral.

Ficou bem patente a relevância do tema no país, as preocupações quanto ao desafio que os alojamentos informais e a escassez de serviços suscitam, a vontade de profissionais de arquitetura colaborarem para melhoria das condições de vida, e a necessidade de mecanismos que tornem possível mobilizar o contributo de profissionais interessados em colaborar.

Este evento contou com o apoio do Camões, IP.

Foto 1

 

Foto 2

Foto 3

 

Foto 4

 

Imagem 0

Informam-se todos os interessados de que estão abertas as inscrições, até 10 de fevereiro de 2023, para o “Curso de Português como língua Pluricêntrica”, promovido pelo Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), o Observatório de português língua estrangeira/segunda língua e o Instituto Guimarães Rosa.

Trata-se de um curso à distância, que tem como público-alvo professores que trabalham na área da língua estrangeira/segunda língua/língua não materna. Este curso visa complementar a formação daqueles profissionais, a partir de discussões e abordagens teóricas e pedagógicas contemporâneas para o ensino de língua estrangeira/segunda língua, considerando a grande diversidade da comunidade dos países de língua portuguesa como ativo para a promoção do idioma.

Com um total de 150 vagas, todos os interessados deverão inscrever-se até 10 de fevereiro, estando o início do curso previsto para 10 de março de 2023.

Informação adicional e a ficha de inscrição estão disponíveis no seguinte endereço: https://observatoriople-pl2.org/cursos_info/cursos_detalhes

 

 

A Embaixada de Portugal e o Instituto de Arquitetos da Namíbia organizam, na próxima 2ª feira, dia 6 de fevereiro, às 18h00, um debate subordinados ao tema “Engaging in informal neighbourhoods: the role of architecture”.

O convidado principal será Paulo Moreira, arquiteto português licenciado na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Posto e doutorado pela London Metropolitan University. Em 2011, fundou o atelier Paulo Moreira architectures, onde desenvolve projetos de arquitetura e de investigação, sobretudo em reabilitação de edifícios e em contextos de conflito urbano e segregação social.  É co-coordenador do Observatório da Chicala, um projeto de investigação sediado no Departamento de Arquitetura da Universidade Agostinho Neto, em Luanda. Os seus trabalhos têm sido apresentados em conferências, publicações e exposições internacionais. Editou, em 2022, a obra Critical Neighbourhoods – The Architecture of Contested Communities (2022, Park Books).

Participou na Binenal de Veneza (2014, 2016, 2021), na Trienal de Arquitetura de Lisboa (2007, 2013), e na Bienal de Arquitetura de Oslo  (2016, 2019). Recebeu vários prémios e distinções, incluindo o Prémio Távora em 2012, o Prize for Social Entrepreneurship (London Met, 2009) e o Noel Hill Travel Award (American Institute of Architects - UK Chapter, 2009). 

Esta palestra, seguida de debate, realizar-se-á na Namibian Arts Association, em Windhoek, às 18h00.

Por favor, confirme a sua presença até 3 de fevereiro (6ª feira), para: windhoek@mne.pt

Event 6Feb

 

Contactos

4 Karin Street, Ludwigsdorf
Windhoek
P O Box 443, Windhoek
Namíbia

windhoek@mne.pt
Facebook LinkedIn 

Mais informação

Ligações úteis

Logotipo Portal das Comunidades Portuguesas

Logotipo Carreiras Internacionais

Logotipo Turismo de Portugal

Logotipo AICEP - Portugal Global

Logotipo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua

Logotipo Instituto Diplomático